sábado, julho 15, 2017

T-14 Armata: a cópia inédita do Abrams Tank Test Bed (4 fotos)

O bastante publicitado blindado russo T-14 “Armata”, possivelmente é apenas uma cópia do blindado americano Abrams Tank Test Bed (TTB), recentemente exibido na exposição do museu militar americano National Armor and Cavalry Museum.

Os especialistas que estudaram o Abrams TTB e a sua especificação técnica, chegaram a conclusão do que uma série de soluções de engenharia e o próprio conceito do blindado com a torre desabitada foram incorporados no T-14, produto da empresa russa “Uralvagonzavod”, relata a publicação técnico-militar russa Warspot.ru
A torre desabitada do Abrams TTB @warfaretech.blogspot.com
O desenvolvimento do Abrams TTB começou nos EUA no início da década de 1980, no auge da guerra fria. O novo blindado, pertencente ao projeto M1 Abrams Block III, deveria substituir o tanque principal do exército americano M1 Abrams, para poder, de forma efetiva, combater e superar os blindados soviéticos.

Segundo os planos, a produção em massa do Abrams TTB deveria começar nos meados da década de 1990. Mas em 1991, a URSS finalmente teve a sua derrocada final, e único protótipo do TTB, utilizado nos testes, foi enviado à conservação e estacionamento perpétuos.
Abrams TTB em 2015
Em 2015 o blindado foi achado pelos entusiastas americanos, que efetuaram a sua renovação profunda e dois anos depois, em julho de 2017, entregaram Abrams TTB à exposição do Museu National Armor and Cavalry.
Abrams TTB em julho de 2017
O conceito de blindado experimental americano dos anos 1980, recorda dolorosamente o atual T-14 “Armata”: desde a sua torre desabitada, à tripulação de três pessoas localizada na parte frontal. Abrams TTB era equipado com um canhão M256 de 120 mm, a sua munição de combate era composta por 44 projétis, alguns dos quais, tal como no caso de “Armata”, estava em regime de auto-carregador giratório.


Não se sabe ao certo como e onde a construtora russa se apropriou da ideia, esboços e design americano: possivelmente graças ao roubo da documentação técnica do Abrams experimental, efetuado pelo KGB soviético, no decorrer da guerra fria.

Mas já se sabe que a cópia russa do original americano não foi particularmente, bem-sucedida, de acordo com blogueiros russos, alguns detalhes da “Armata” são feitos de gesso-cartolina, o novo blindado se avariou mesmo nos ensaios da parada militar em Moscovo. Em qualquer caso, o destino de T-14 “Armata” é bastante vago: como foi relatado recentemente, a sua construtora, “Uralvagonzavod”, acabou de anunciar a falência técnica, escreve o blogueiro ucraniano Oleg Leusenko

Sem comentários: