domingo, novembro 11, 2018

A descomunização búlgara em 15 fotos

O monumento ao exército soviético, instalado em Sófia, capital da Bulgária, em 1954 para marcar a “libertação” do país pela União Soviética, deveria ser desmantelado ainda em 1993. O monumento acabou por ser extremamente resistente e os artistas e ativistas búlgaros criaram seu próprio caminho para combater a herança totalitária: eles pintam o monumento em cores diferentes! 
Slogan: "Caminhando com o tempo"
Nota: durante a dita “libertação” da Bulgária, exército soviético não perdeu um único homem...
A história mais famosa aconteceu em março de 2011, quando o monumento foi pintado em homenagem aos heróis dos quadrinhos americanos / a banda dsenhada americana (fotos acima: Gizmodo).

Em 2013, para recordar solenemente a ocupação da Checoslováquia em 1968 pelas tropas do Pacto de Varsóvia (o exército comunista búlgaro participou no esmagamento da Primavera de Praga), o monumento foi pintado cor-de-rosa. O slogan escrito no monumento em checo: “Bulharsko se omlouvá”, significa literalmente “Bulgária pede desculpas” (fotos: Orrazz).

Em 2014, no auge da Revolução da Dignidade (Maydan) na Ucrânia, uma das figuras adquiriu as cores da bandeira ucraniana (fotos: Orrazz).

Em memória do massacre comunista soviético de Katyn, as cores da bandeira polaca/polonesa apareceram no monumento, e após a anexação da Crimeia, foi pintada a bandeira ucraniana e a inscrição correspondente em ucraniano (fotos: Orrazz).

Em 2012, o monumento usou as máscaras de apoio à banda russa Pussy Riot (fotos: BgNews)

E em 2015, as participantes de Pussy Riot chegaram a Sofia e repetiram esta ação! (fotos: Facebook do Pavel Shumilov).

Às vezes o monumento é simplesmente pintado nas cores da bandeira búlgara (foto: e-vestnik).

E este não é o único monumento comunista na Bulgária, que está sujeito a um repensar criativo! Aqui, por exemplo, aparece a abandonada “edifício monumento” do partido comunista búlgaro no Monte Buzludzha (foto: Zoipman/Flickr)
Ler mais sobre o monumento comunista no Monte Buzludzha
Antes do início do processo de descomunização ucraniana, o mesmo tratamento artístico foi dado aos muitos monumentos soviéticos e comunistas nas diversas localidades da Ucrânia, recorda lifter.com.ua

Sem comentários: