sexta-feira, novembro 02, 2007

Equador reconhece Holodomor

O Equador declarou o Holodomor de 1932-1933 na Ucrânia como o Genocídio contra a Nação ucraniana.

No dia 30 de Outubro, na ocasião do 75º aniversário da Grande fome artificial (Holodomor), o Congresso Nacional do Equador aprovou uma resolução declarando o Holodomor de 1932 – 1933 na Ucrânia como o genocídio contra a nação ucraniana.
O Equador é o segundo país da América Latina, depois do Peru, que reconheceu o Holodomor.
Notavelmente, o Presidente Viktor Yushchenko declarou 2008 o ano da memória de vítimas do Holodomor.
Em 2006 o Parlamento da Ucrânia declarou o Holodomor como Genocídio. Segundo alguns dados, o Holodomor, provocado pelo regime comunista totalitário, resultou na morte de 7 a 10 milhões de pessoas, 4 milhões das quais foram crianças.
O Holodomor na Ucrânia foi oficialmente reconhecido por Austrália, a Hungria, o Vaticano, a Lituânia, a Estônia, a Espanha, a Itália, a Argentina, o Canadá, a Geórgia, a Polônia e os EUA.
A Ucrânia exige da ONU a reconhecer o Holodomor como o Genocídio contra a Nação ucraniana.

Fonte: Embaixada da Ucrânia no Brasil

1 comentário:

JPT disse...

desconhecia o status quo da questão. obrigado pela informação