sábado, agosto 17, 2013

Filmes ucranianos a não perder em 2013

Em 2013 os cinematógrafos ucranianos planeiam exibir 12-15 filmes novos. Parcialmente serão financiados pelo Estado, parcialmente produzidos pelas produtoras ucranianas em conjunto com estúdios estrangeiros.

“Irmãos. Confissão final”

O drama psicológico que se baseia no romance do sueco Torgny Lindgren, chamado Sweetness e que conta a história de dois irmãos que partilham a mesma esposa. A realizadora ucraniana, Victoria Trofimenko, que nesta película também foi autora do guião, colocou a história nos Cárpatos ucranianos, onde dois irmãos hutsulos dividiam tudo: mãe, brinquedos, o direito de ser considerado melhor, uma mulher e um filho. Um dia, nas suas vidas aconteceu algo que fez com que deixaram de falar um com outro por 40 anos.

No filme os atores comunicam em fala regional hutsul, as loiças, espelho gasto, pilão, camisas, faca tudo é autenticamente hutsul e foi recolhido junto com as pessoas comuns. Coprodução da Ucrânia, Suécia e Dinamarca.  

“Tribo” (Plemya)

O filme mudo do realizador ucraniano Myroslav Slaboshpytskiy conta a história dramática do primeiro amor do Serhiy, rapaz surdo-mudo, que se matricula na 11ª classe de internato para as crianças deficientes.

No outro filme do mesmo realizador, a curta Lixo Nuclear (2012), filmado em Chornobyl também não se pronuncia nenhuma palavra, mesmo no episódio do sexo entre os funcionários da zona de exclusão. O filme ganhou “Leopardo de Prata” no festival de Locarno na Suíça.


O filme “Prajanov” é escrito e produzido pela ucraniana Olena Fetisova; dirigido pelos Serge Avedikian e Olena Fetisova. O franco-arménio Serge Avedikian também faz papel do próprio realizador ucraniano-arménio Sergei Parajanov, que ele chegou a conhecer pessoalmente.


Ele dividia as pessoas em “g” e “m”, génios e merda. Caso achava que certa pessoa pertencia à esta segunda categoria, dizia isso na cara”, recorda o estilo do Parajanov outro realizador ucraniano-arménio, Roman Balayan. Coprodução entre Ucrânia e canal de cinema Arte France Cinema, escreve Texty.org.ua

2 comentários:

Anónimo disse...

http://pt.euronews.com/2013/08/17/russia-impe-controlo-apertado-a-produtos-ucranianos/

Anónimo disse...

Veja:

http://www.presseurop.eu/pt/content/news-brief/4067551-os-jogos-sujos-de-moscovo-para-manter-ucrania-e-ue-afastadas