domingo, janeiro 31, 2016

Batalha de Kruty: eles lutaram para nos vencermos!

No dia 29 de janeiro de 1918, na estação ferroviária de Kruty, à 130 km ao nordeste de Kyiv (atual oblast de Chernihiv), ocorreu a batalha sangrenta entre as forças ucranianas, compostas pelos estudantes de Kyiv e pelos cossacos livres (cerca de 400 no total), contra a tropa invasora russa de cerca de 4000 bolcheviques sob o comando do Mikhail Muraviov.

Naquele dia vários estudantes ucranianos morreram na batalha, cerca de 30 outros foram aprisionados, torturados e fuzilados. Hoje, os ucranianos recordam com respeito e orgulho aqueles heróis, heróis que assemelham-se aos atuais, mesmíssimos na sua dignidade, força, coragem e amor à Pátria.
Isto aconteceu em Kruty. O inimigo era poderoso e cruel. Nós éramos algumas centenas, eles eram alguns milhares. Nós não sabíamos o que nos esperava pela frente, mas nós sabíamos que lutávamos pela Ucrânia. E acreditávamos que apenas nossas forças seríam suficientes. Nós fomos para a batalha naquele dia, para que vocês lutem hoje, para que vocês lutem e vençam!


Para honrar o sacrifício dos jovens, o artista ucraniano Andriy Pryymachenko criou a série dos cartazes patrióticos, chamada “Não com as palavras”, que pretende honrar aqueles que não com as palavras, mas com ações defenderam e defendem Ucrânia. E mesmo quamdo caiam na sua defesa, possibilitam às outras gerações prosseguir com a mesma missão: lutar para vencer!

RIP aos voluntários do “Aydar”
Os voluntários do batalhão “Aydar”, Ruslan Y. Boburov “Nimets” (Alemão), natural da cidade de Cherkassy e Vadym V. Zherebylo “DJ”, da cidade de Chernihiv, morreram hoje, quando você lia estas linhas. Pedimos menos palavras e mais ações, procure saber ainda hoje o que você pode fazer de concreto para que Ucrânia ganha essa guerra.

1 comentário:

Anónimo disse...

Por favor, nos indique meios para contribuirmos! Grato!