segunda-feira, maio 05, 2014

O fim inglório dos diversos separatistas

População saúda as forças ucranianas em Sloviansk 
As notícias dão a conta da morte ou a captura dos diversos separatistas: uns são liquidados pelas forças da lei e ordem da Ucrânia, outros, tudo indica, foram abatidos nas operações de queima de arquivos pelos seus próprios patrões e financiadores.

Após a notícia da detenção pela secreta SBU do agente “Abwehr”, diversas fontes separatistas lamentam a morte do franco-atirador “Romashka” (Margarida), liquidado em resultado do duelo dos atiradores em Sloviansk. Os separatistas divulgam a foto e a identidade do “Romashka”: é Sergey Zhurikov (1980), nascido em Sebastopol, residente de Kyiv, sacristão (!) do Mosteiro de Kyiv-Pechersk, pertencente à Igreja Ortodoxa da Ucrânia – Patriarcado de Moscovo. Tudo indica que certas franjas dessa igreja não vêem nenhum problema que os seus fieis matem os ucranianos na Ucrânia apenas pelo desejo destes de viver na sua pátria ucraniana. É de recordar que existem as informações, por confirmar ainda, do que a mesma igreja distribuía as armas entre os separatistas em Odessa.
Queima dos arquivos: o atirador separatista encontrado morto
Os ativistas de Odessa identificaram mais um separatista (foto em cima), cujo corpo sem vida foi achado no Edifício dos Sindicatos. O homem chefiava uma célula de militantes separatistas, ele próprio foi fotografado a disparar contra os manifestantes ucranianos. O seu nome completo ainda está sendo confirmado, informa Freejournal

O político populista ucraniano, líder do Partido Radical, Oleh Liashko, informa que em Odessa foi abatido Vitaly Budko, o gorducho mais conhecido pela sua alcunha criminal de “Bootsman” (Contramestre). No dia 2 de maio, usando a carabina semi-automática “Saiga”, “Bootsman” atirava contra a marcha ucraniana (na foto em baixo), detido no mesmo dia pela polícia, ele foi liberado sob a pressão dos separatistas no dia 4 de maio. Oleh Liashko informa que “Bootsman” foi abatido pelos agentes dos serviços secretos russos no intuito de culpar na sua morte os nacionalistas ucranianos, afim de provocar a continuação da desordem em Odessa, escreve Newsru.ua. É de recordar que Oleh Liashko começou a sua carreira como jornalista de investigação e realmente possui os contactos entre a polícia ucraniana e secreta SBU.

Os “homens de negro” em ação
Os "homens de negro" pró-Ucrânia
O grupo paramilitar pró-Ucrânia atacou e desmantelou o posto de controlo separatista nos arredores da cidade de Krasnoarmiisk (região de Donetsk), ver vídeo no Facebook (+ 18, alguma V e L).

E para que conste e para que não haja duvidas, os “homens de negro” falam apenas russo (ultimamente Ucrânia criou uma geração inteira de nacionalistas ucranianos russófonos) e gritam as palavras/palavrões/comandos seguintes (meninos(as), tapem os vossos olhos/ouvidos): pakuem – carregamos, davay-davay – faça-faça, stoyat suka – parado puta!, lezhat – deitado!, v mashinu – ao carro, uhodim – embora!, ruki za golovu – mãos atrás da cabeça, bliad – put@. E mais não disseram, nada dos mercenários da CIA, FBI, NATO ou “Blackwater”...
O "Setor da Direita" americano à liquidar os separatistas do leste...
Nessa ação os “homens de negro” prenderam 15 separatistas e 3 espingardas automáticas do tipo AK. Tudo indica que o posto era composto pelas “conservas”, os ativistas da 5ª coluna local que primeiro são usados pelos terroristas estrangeiros como a “carne para o canhão”, para depois serem esquecidos.

O gay separatista de Donetsk

E para não dizerem que todos os separatistas são iguais (ortodoxia, monarquia, populismo), eis um separatista realmente fora de comum. Chama-se Vyatcheslav Belsky (1991), acredita na “ressurreição da Pátria e da região de Donetsk”, sonha em ter “uma metralhadora para voltar ao 2004 e matar todo o Maydan”. Pelo discurso confuso, pelas fotos fofuchas e temas do seu interesse, é possível concluir não se tratar de nenhuma falsidade, Vyatcheslav é realmente existe, ele é realmente um gay-separatista, a causa separatista, afinal, também sabe ser tolerante...

Os seus contactos (quem tiver tempo e vontade podem ventilar a possibilidade de algum programinha separatista com o rapaz e o resto das coisas):

Telemóvel: +38 0506280680; Skype: lost_boy_91; Facebook; http://vk.com/vyatcheslav_belsky; Web: http://ask.fm/vyatcheslavbelsky

Sem comentários: