sábado, março 16, 2013

Perseguição da igreja greco-católica ucraniana na URSS


O filme documental “Liquidação da Igreja Greco-Católica. Saiba a verdade” (2005) conta a história do Concílio de Lviv (1946), em que sob a coerção direta do poder estatal soviético, a igreja católica ucraniana da Ucrânia Ocidental decide “unir-se” à Igreja Ortodoxa Russa (IOR).

Em resultado o poder comunista efetuou a “ortodoxização” da região de Transcarpátia, liquidando os mosteiros e missões católicas, destruindo a estrutura da Igreja Greco-Católica Ucraniana (UGCC) nos territórios da Polônia e Eslováquia atuais.

Desde 1946 e até os finais da década 1990, a UGCC funcionou na clandestinidade, perseguida judicialmente até 1965 e administrativamente até 1988-1989. O caso da UGCC é mais um caso de instrumentalização da IOR, leal ao regime comunista, sua transformação no instrumento de assimilação dos ucranianos e de disseminação da política colonial no domínio da fé e de liberdade religiosa.

O filme foi realizado pelo Roman Yarkevych da TV regional de Lviv (12º canal). 

Qualidade: TVRip, formato: AVI, duração: 00:20:06, vídeo: MPEG Video 1.943 Kbit/sec., áudio: MPEG Áudio 224 Kbit/sec.

Ver no YouTube:
Bónus

No dia 14.02 em Kyiv foi planeada a apresentação pública do livro pró-estalinista do historiador negacionista russo Nikolai Starikov. No entanto, o autor não conseguiu levar ao cabo a sua ação propagandística e foi retirado do edifício pela porta traseira. O boicote foi organizado pelo partido VO Svoboda (Liberdade). Não conseguindo imaginar apresentação do livro nazista em Jerusalém, não é razoável esperar que os cidadãos da Ucrânia serão complacentes com os livros pró-estalinistas e os seus autores, promotores e apoiantes...

3 comentários:

Anónimo disse...

A igreja grego-catolica tem em torno de 6 - 10 milhoes de fieis, a mioria no Oeste na regiao da cidade de Lviv. Parece-me que aceitam a autoridade do papa de Roma mas ainda com uma certa autonomia. O papa Joao Paulo II visitou Lviv pouco antes de morrer. Eu sei que eles estavam restaurando a Catedral Patriarcal da Santa Ressurreição, sede historica da religiao, vc sabe se os trabalhos já terminaram?

Jest nas Wielu disse...

Se estamos a falar da Catedral do São Jorge (Sobor Sv. Jura) em Lviv então parece que já foi restaurado.

Bogdano Arendartchuk disse...

Minúcia: acho que a perseguição foi à igreja greco-católica ;)