sábado, fevereiro 09, 2013

Mó do Holodomor


“… Quando o Victor morreu eu lembro bem. Mamã cozinhava a batata na caçarola, já era a Primavera. A batatinha era pequenina, acabou de brotar, do tamanho de um ovo de pomba. Água quase ferveu, já se levantou a espuma. Victor estava deitado e toda a hora dizia: “Mamã, quero comer, mamã, quero comer”…

Ela lhe: Vitinho, agora vai ferver e eu trago. Mais um minutinho… Trouxe, mas ele já morreu… Mãe repetia toda a sua vida: “se eu trazia dois minutos mais cedo Victor estaria vivo”…

O filme documental “Zhorna” (Mó/Stone Mill) é dedicado aos acontecimentos de 1932-1933 na província de Kharkiv. No filme falam apenas os velhos – eles eram crianças naquela altura. Nenhuma voz off. Nenhum comentário, resumo. Nenhuma politiquice. Apenas as memórias e citações dos documentos de arquivo.
Monumento feitos dos mós, aldeia Viktorivka, província Cherkassy
Autora do argumento e realizadora é Anna Hin:

Resumidamente: quando abriram os arquivos, eu, como jornalista, meti-me para ler. Os documentos impressionaram. Ordens, encomendas, descrições. Província de Kharkiv. Aqui, em redor. Ao lado. Centenas de evidências de crimes. Milhares de vidas humanas.

Depois foi tudo lógico e óbvio. Deveríamos ir. Procurar, filmar, gravar. Mesmo se são de ano de nascimento de 1925 – podem lembrar de algo, contar... E nós fomos”.

O grupo de filmagens percorreu 3500 km, visitou todos os 30 distritos de província de Kharkiv, filmou 17 horas de vídeo. A palavra “Holodomor” é ausente nesta película.

O filme foi exibido em 2008 no canal regional de Kharkiv, OTB, escreve IstPravda.com.ua

Descarregar o filme da Web (legendado em inglês): duração 01.20’23’’, qualidade SATRip, códex do vídeo: MPEG-4 XVID: http://toloka.hurtom.com/viewtopic.php?t=16691

Ver o filme integralmente no YouTube (legendado em inglês):

Sem comentários: