quinta-feira, julho 15, 2010

Metro de Kyiv faz 50 anos

O Metro de Kyiv que este ano completa os seus 50 anos de existência, promove as excursões gratuitas pela extensa rede de metropolitano da capital ucraniana.

Em 1960, quando o Metro de Kyiv entrou em funcionamento, as estações do metro eram projectadas com a função dupla: é das estações propriamente ditas e dos abrigos nucleares, no caso do conflito nuclear com Ocidente. Por isso que as estações mais antigas de Kyiv são cavadas nas profundidades da terra, possuem as ligações, até agora secretas, com alguns edifícios governamentais.

Hoje, a participação em uma excursão é bem simples: precisa apenas reunir um grupo com mais de 15 e menos de 20 pessoas, preencher uma requisição e marcar a data e hora da excursão pelo telefone. Embora algumas regras de segurança praticadas pelo Metro de Kyiv possuem uma marca inequívoca do chique soviético.

Assim, antes de visitar a casa de máquinas que movem as escadas rolantes é preciso assinar um livro de ponto; depois o visitante recebe uma curta lição sobre a segurança de trabalho e mais uma vez assine um outro livro de registo.

Como podem ver nas fotografias, toda a parafernália do Metro de Kyiv é uma mistura curiosa do já dito chique soviético (só as chaves usadas para trancar as estações no período nocturno merecem estar em algum museu da Guerra Fria); dos equipamentos, da maquinaria e das coisas surgidas durante a ruína dos impossíveis anos 1990 (marcados pela passagem da cidade e do país dos planos quinquenais para o mercado livre via bazar provincial) e pela actualidade orwelliana das omnipresentes câmaras da CCTV.

A maioria dos funcionários do Metro de Kyiv tem o nível superior de educação e são pessoas inteligentes. Para que o visitante não se esquece deste facto, a directora da estação (nesta reportagem a estação Syrets), lhe recordará constantemente este facto.

Bom proveito para os potenciais visitantes!

Fonte & Fotos:
http://holy-mozart.livejournal.com/154877.html

Bónus:
Sete rotas turísticas disponíveis & Museu do Metro de Kyiv:
http://www.50metro.kiev.ua/index.php?act=routes

Sem comentários: